Embaixadora tem sua homenagem revogada por Bolsonaro

Foto: Isac Nobrega/PR

A condecoração foi retirada depois que as imagens da agressão foram divulgadas

Marichu Mauro, embaixadora das Filipinas, teve sua homenagem revogada pelo presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), depois que foram divulgadas imagens onde a mesma agredia uma empregada doméstica na residência da embaixada, no Distrito Federal. 

A decisão foi publicada nesta terça-feira, 3, no Diário Oficial da União (DOU), retirando o título recebido pela embaixadora em outubro. Ela havia sido agraciada com a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração brasileira oferecida a estrangeiros. Personalidades como a rainha Elizabeth II, do Reino Unido, e Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel receberam essa condecoração. 

Marichu Mauro será julgada em seu país de origem. Na última quinta-feira, 29, Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas, deu sinal verde para a abertura de inquérito contra a embaixadora. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *