Regada a ipês

Brasilienses se encantam com o colorido das árvores na cidade

Foto: Deivid Enderson/Reprodução Instagram

Todo bom brasiliense que se preze, já passou algumas horas do seu dia admirando os ipês que cercam a cidade. Símbolo da capital, a florida e colorida árvore, arranca olhares de quem passa por elas. Além da seca que a cidade enfrenta agora, a baixa umidade também é sinônimo dos ipês.

As redes sociais foram invadidas por fotos da árvore. Mas o que chamou atenção na primeira semana deste mês de setembro, não foram os ipês amarelos e nem rosas. Mas, os brancos. O motivo para isso? Reza a lenda que as flores dessa árvore na cor branca anunciam a chegada da chuva.

Foto: Ed Alves/CB/D.A Press

Completando 101 dias sem chuva no DF e com alertas sobre o perigo da baixa umidade, o brasiliense vê esperança para esta semana. Mesmo que a previsão ainda seja de dias sem água, o biólogo Marlon Tinoco explica que há uma relação entre a floração dessas árvores com o período de chuvas. “Bom, é um conhecimento popular de que o ipê anuncia a chegada da chuva, não quer dizer que esses vegetais a pressentem chegando e, por sua vez, florescem. O que acontece é que o período de floração dos ipês brancos, os últimos da espécie a florir, coincidem com a época de chuva”, conta. O biólogo também explica que esse processo não é exato, já que a desequilíbrio ambiental gera mudanças no ciclo dos fenômenos naturais.

Até a chegada da tão esperada chuva, os registros feitos por moradores e por quem visita a cidade, continuam recheando os feeds das redes sociais.

One thought on “Regada a ipês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *