Operação no Assentamento 26 de Setembro gera manifestações

Ao todo já são dois feridos, um policial baleado e dois ônibus incendiados

Foto: Gilherme Lopes.

Um ônibus foi incendiado na DF-001 nesta quinta-feira, 27.  Este foi o segundo desde o início das manifestações contra a operação Pronto Emprego.  A ação, que evita instalações irregulares no local, é realizada pelo DF Legal junto as forças de segurança do Distrito Federal. O transporte alvo dos manifestantes, havia sido entregue a pouco tempo à população.

A manifestação seguiu um ato dos moradores que aconteceu na última quarta-feira, 26. Um veículo da empresa São José, que fazia a linha Estrutural sentido Setor O e transportava 50 passageiros, incluindo o motorista e cobrador, foi alvo de um incêndio, ato de manifestantes. Segundo a Polícia Militar, os protestos são contra a derrubada de habitações irregulares no Assentamento 26 de Setembro em Taguatinga. O ataque, contudo, não deixou feridos.

Durante toda a operação do DF Legal na região, que já dura 10 dias, as manifestações prosseguem, o que levou um policial a ser baleado e outros dois feridos. Em maio, a Câmara dos Deputados aprovou emenda para regularizar a situação do Assentamento 26 de Setembro, situado na área 2 da Flona, o espaço está ocupado a mais de 20 anos e abriga cerca de 30 mil famílias. A operação agora está em fase inicial sendo conduzida pelo DF Legal.

Fonte: Câmara Legislativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *