Brasiliense participa de campeonato Brasileiro de Bocha Paralímpica

Eduardo Vasconcelos representa o Distrito Federal

Foto: Agência Brasília

Neste domingo (17), o representante do Distrito Federal, Eduardo Vasconcelos, 16 anos, participou pela primeira vez do Campeonato Brasileiro de Bocha Paralímpica. A modalidade é praticada por atletas com elevado grau de paralisia cerebral ou deficiências severas. A Secretaria de Esporte e Lazer realiza no próximo dia 22 de novembro, a seletiva do Futuro Campeão na modalidade. Será das 14h às 17h, no Centro Olímpico e Paralímpico de Ceilândia, localizado no Setor O.

“Eu consegui a vaga no regional do Centro-Oeste, realizado em julho, em Uberaba. Lá eu fiquei com a prata”, contou o atleta da categoria BC2, que viajou por meio do programa Compete Brasília.

O estudante competiu em âmbito nacional e esperava que mais atletas do DF brigassem pelo pódio. “Eu acho bem legal porque eu treinei muito para conseguir esta vaga. Mas eu gostaria que tivesse mais representantes daqui”.

Leonardo Monteiro, treinador do atleta relatou que é uma grande experiência para Eduardo de poder aprender com medalhistas paralímpicos. “O mais legal é que ele vai competir contra os ídolos dele como o Maciel Santos, que o número três do mundo”, contou.

Carreira

Eduardo Vasconcelos começou na bocha paralímpica com 8 anos de idade. Mas só pode competir a partir dos 12 anos por causa das regras da modalidade. Ele é aluno da turma de bocha do Centro Olímpico e Paralímpico de Santa Maria, onde treina duas vezes por semana. Na próxima terça-feira, 19 de novembro, Eduardo vai se unir  com a delegação do DF para participar dos Jogos Escolares Paralímpicos, também na cidade de São Paulo (SP).

Bocha Paralímpica

A competição consiste em lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma branca. Os atletas ficam sentados em cadeiras de rodas e limitados a um espaço demarcado para fazer os arremessos. É permitido usar as mãos, os pés e instrumentos de auxílio, e contar com ajudantes (calheiros), no caso dos atletas com maior comprometimento dos membros.

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

Por Gabryel Jackson


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *