PRDF denuncia 26 pessoas sob acusação de fraude nos fundos de pensão

Além de penas de prisão, procuradores querem o pagamento de mais de R$ 3 bilhões como forma de reparação de danos morais e sociais causados

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Procuradoria da República do Distrito Federal (PRDF) denunciou, na última segunda-feira (7), 26 pessoas sob acusação de praticar fraudes contra três fundos de previdência complementar. Eles são Caixa Econômica Federal (Funcef), Correios (Postalis) e Petrobras (Petros). 

O Ministério Público Federal (MPF) pede penas de prisão e, também, reparação de R$ 3,1 bilhões aos cofres públicos. A força-tarefa Greenfield, responsável pela operação, diz que esse valor corresponde três vezes o que foi desviado.

Segundo a força-tarefa, Funcef, Postalis e Petros tiveram contribuições milionárias à um fundo de investimento, o “Multiner”. Com isso, esses fundos perderam dinheiro, e o Multiner obteve verba de maneira imprópria. As investigações mostraram que as empresas de consultoria eram especializadas em design de interiores.

As denúncias recebidas pelo Greenfield afirmavam que o esquema havia sido montado por representantes da Multiner, executivos de empresas que elaboraram laudos falsos atestando que as operações de investimento se tratavam de um bom negócio, além dos diretores dos fundos de pensão. 

Operação Greenfield

A operação foi deflagrada pela Polícia Federal em setembro de 2016. Datada para o fim de 2018, a força-tarefa teve o prazo prorrogado para mais um ano. Nicolao Dino, subprocurador-geral da República e Relator do caso no Conselho Superior do MPF, destacou na época os resultados significativos alcançados pelo operação desde o início das investigações. “Representa um trabalho hercúleo e os resultados que vêm sendo alcançados são também significativos. Ressarcimento ao erário em valores superiores a R$ 11 bilhões, segundo registra o pedido do procurador titular”.

Por Yasmin Ibrahim


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *