Sarampo na gravidez

Ministério da Saúde recomenda que a mulher tome todas as doses da vacina até um mês antes de engravidar.

Foto: Banco de Imagens

Segundo o Ministério da Saúde, é primordial para mulheres grávidas tomar todas as doses da vacina contra o sarampo antes da gravidez, visto que, no início do período de gestação, há menos riscos à saúde da criança e da mãe.

A vacina é feita contendo vírus vivos “enfraquecidos” do sarampo, da rubéola e da caxumba. Se vacinado durante os meses de gestação em um organismo imunologicamente mais fraco, o vírus pode se tornar ativo dentro do corpo da mulher e do bebê, trazendo riscos à saúde de ambos.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SESDF), investigou há 3 semanas, cinco casos de sarampo na capital. De acordo com a pasta, são pessoas que estiveram em São Paulo, região na qual enfrenta um surto da doença.

Foto: Marcelo Camargo (Agência Brasil)

Conforme um levantamento da Subsecretaria de Vigilância à Saúde, de janeiro a julho deste ano, foram investigados cerca de 30 casos suspeitos de sarampo no DF, mas nenhum foi confirmado.

Em 2017, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) mostram que, a doença foi responsável por 100 mil mortes.

Caso identificado os sintomas da doença, é necessário reportar o caso ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde do DF (Cievs).

Informações:

  • E-mail: cievsdf@gmail.com
  • Telefones: 99221-9439 ou 2017-1145, ramal 8323

Por Gabryel Jackson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *