Promessa de segurança nas igrejas

A polícia deverá estar mais presente nos templos.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), prometeu reforço na segurança pública. Lembrou que tem feito um esforço muito grande, porque reabriu delegacias, contratou peritos e policiais, na tentativa de recompor o cenário das forças da área. Disse ainda que vai reforçar a proteção, não só nas igrejas, mas em todas as áreas.

No início de setembro, em cerimônia no Palácio do Buriti, 83 peritos criminais tomaram posse. No evento, Ibaneis anunciou a autorização para o concurso de 1.800 agentes de polícia. Também disse que, em janeiro de 2020, convocará 100 oficiais e 750 praças da Polícia Militar do DF para o curso de formação.

O governador falou sobre colocar mais viaturas na porta das igrejas, principalmente na hora de entrada e saída das missas. Além disso, mencionou que existem 750 policiais em treinamento e que pretende colocar outra turma com o mesmo número, a partir de janeiro. O objetivo é manter esse ritmo, para que o efetivo das Polícia Militar e Civil possam se recompor.

A decisão de aumentar a segurança nas igrejas veio após o assassinato, neste sábado (21), do padre polonês Kazimerez Wojn, conhecido pelos fiéis como padre Casemiro. O crime ocorreu nas instalações da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, na 702 Norte. Os moradores das proximidades relatam sensação de insegurança no local.

**Com informações da Agência Brasília

Por: Mariana Albernaz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *