Paratletas se beneficiam de programas criados pela SELDF

Após conquistas em competição pan-americana, atletas da capital sonham com Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Programas como Bolsa Atleta e Compete Brasília, tem proporcionado que atletas do Distrito Federal tenham chances de ganhar medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Criados em 2005 pela Secretaria do Esporte e Lazer (SELDF), a iniciativa une 1.447 atletas e 386 técnicos em busca do sucesso esportivo.

A paratleta Jéssica Gomes é deficiente visual, e tem apenas 5% de visão no olho direito e 10% no olho esquerdo. Mas a deficiência não a impediu de estar entre as melhores jogadoras de goalball do continente americano, durante competição no Parapan-Americano de Lima 2019.

Beneficiária do Bolsa Atleta, Jéssica volta agora com o foco para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, no Japão. Ela é um dos vários casos de sucesso entre esportistas do Distrito Federal contemplados com estímulos do Governo do Distrito Federal (GDF).

O programa oferece bolsa individual à atletas e paratletas de alto rendimento destacados em competições nacionais e internacionais, nas respectivas modalidades. Cada esportista contemplado recebe R$ 1.400, mensalmente, para se dedicar aos treinamentos. De janeiro a setembro deste ano, o GDF ajudou, por meio dessa iniciativa, 124 atletas e 100 paratletas, um investimento mensal que somou R$ 155,5 mil.

A iniciativa Compete Brasília também oferece transporte aos competidores – aéreo para destinos internacionais e terrestres para viagens nacionais. O custo aos cofres públicos foi de R$ 3.372.212,68 nos primeiros nove meses] do ano.

Dentre os medalhistas, nove foram beneficiados pelos dois programas da SELDF. Seis disputaram o Parapan: Aloísio Alves, Danielle Torres, Jéssica Gomes, Marcelo Alves, Rômulo Júnior e Wendell Pereira. Outros três competiram no Pan-Americano de Lima: Angela Lavalle, Caio Bonfim e Kawan Figueiredo.

Entre as 15 modalidades que mais trouxeram medalhas para o DF, está o Parabadminton, esporte estruturado para pessoas com deficiências físicas.

Atletas:

Saltos ornamentais: Kawan Figueiredo, medalha de bronze

Marcha atlética: Caio Bonfim, medalha de prata

Paratletas:

Atletismo: Daniel Mendes e Wendel Silva (atleta-guia), medalha de ouro

Futebol de 7: João Victor Batista Cortes e Jefferson Delmonde, medalha de ouro

Goalball: Jéssica Gomes, medalha de ouro

Goalball: Leomon Moreno da Silva, medalha de ouro

Natação: Wendell Belarmino Pereira, quatro ouros e duas pratas

Parabadminton: Danielle Torres, medalha de prata

Parabadminton: Marcelo Alves, medalha de ouro

Parabadminton: Rômulo Junior, medalha de prata

Tênis de mesa: Aloísio Alves Júnior, medalha de ouro e prata

Saiba mais sobre o Compete Brasília

Saiba mais sobre o Bolsa Atleta

Por: Gabryel Jackson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *