Interessadas em colocar DIU podem procurar uma UBS

Método contraceptivo é oferecido de forma gratuita na atenção primária do sistema de saúde.

Mulheres em idade reprodutiva e sexualmente ativas que desejarem utilizar o Dispositivo Intra-Uterino (DIU) de cobre, podem fazê-lo gratuitamente pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Distrito Federal. Adolescentes e mulheres que nunca tiveram filho também podem utilizar o dispositivo. 

Segundo a chefe da Assessoria de Redes de Atenção à Saúde, Camila Gaspar, é necessário tomar algumas medidas após a manifestação do interesse. “Elas (as pacientes) são orientadas a ter preventivo de câncer de colo do útero recente, ter realizado tratamento para vulvovaginite prévia e a colocar o DIU durante o período menstrual ou na certeza de não estar gestante”, explica.

O procedimento de colocação do DIU de cobre demora poucos minutos. O retorno à fertilidade ocorre imediatamente após a retirada do dispositivo. O método possui poucas contraindicações, geralmente relacionadas às alterações no útero.

O DIU tem uma eficácia maior do que dos anticoncepcionais orais. Enquanto a pílula tem uma taxa de falha de 8% no primeiro ano de uso, o DIU de cobre tem uma taxa de falha de 0,8% no mesmo período. O DIU de cobre não tem hormônio e não inibe a menstruação. 

A distribuição e o uso de métodos contraceptivos na rede pública fazem parte da Política Nacional de Planejamento Familiar, criada em 2007, que inclui oferta de oito métodos contraceptivos de forma gratuita. Ela também permite a venda de anticoncepcionais a preços reduzidos na rede de Farmácias Populares.

* Com informações da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Por Thalita Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *