Governo do Distrito Federal, em parceria com a Sejus e STF, assina acordo que beneficia jovens do sistema prisional

Imagem: Renato Alves / Agência Brasília

Na noite desta segunda-feira (26), o Governo do Distrito Federal (GDF), em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e o Supremo Tribunal Federal (STF), assinou um acordo de cooperação técnica que disponibilizará aos adolescentes acompanhamento psicológico e assistência social.

Além disso, o acordo permitirá que 19 internos que realizam serviços à corte por intermédio da Fundação de Amparo ao Trabalhador (Funap) tenham acompanhamento de psicólogos do Programa Pró-Vítima, da Subsecretaria de Apoio à Vítimas de Violência (Subav).

Segundo o Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, essa parceria servirá para a reinserir e reeducação dos socioeducandos “É uma forma de dar um futuro para essas pessoas que são abandonados pelo sistema prisional. Esse acordo vai ajudar na ressocialização dessas pessoas, que muitas vezes estão abaladas psicologicamente e acabam trazendo grandes traumas para as famílias”.

Já o presidente do STF, o ministro Dias Toffoli, garantiu que a corte fornecerá todo o apoio para que os jovens tenham esses acompanhamentos psicológicos e capacitação profissional.

Durante o tratamento, serão oferecidos cursos de curtas durações sobre pequenos negócios, empreendedorismo e educação financeira. Os familiares também poderão desenvolver essas práticas com acompanhamento para enaltecer habilidades e controlar as emoções, podendo assim alcançar seus objetivos pessoais.

Por Liliana Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *