Brasília será a primeira cidade inteligente da América Latina

No dia 1 de Agosto, Gilvan Máximo, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Distrito Federal (Secti – DF), Brasília será a primeira cidade inteligente da América Latina. A meta é de que até o final de 2020, a capital da República já tenha implementado todas as melhorias necessárias para se tornar completamente uma cidade avançada.

A primeira providência é instalar uma Parceria Público-Privada (PPP) de iluminação pública, que, além de permitir trocar mais de 300 mil luminárias do DF por novas, contenham câmeras de reconhecimento facial e que espalhem  wi-fi por toda a cidade. Há, também, projetos pilotos na área de transporte, como carros elétricos e eletropostos, por exemplo, além de uma negociação com uma empresa estrangeira, para teste com ônibus autônomo. 

Esses fluxos de interação são inteligentes por fazer uso estratégico de infraestrutura, serviços, informação e planejamento, resultando em uma gestão urbana capaz de dar resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade.

Por Rafael Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *